Avaliação em: 
2012-02-03
Veredicto: 
Muito Boa

A Irmandade voltou aos almoços, encontros mais fugazes mas nem por isso menos intensos ou exigentes. O escolhido foi o Gambamar, mais um dos restaurantes do famoso cluster do Campo Alegre, zona invicta que alberga um dos maiores contingentes de restaurantes que respondem pela exigente responsabilidade de terem na Francesinha um dos seus pratos mais embelemáticos.

O Gambamar fica entre o Capa Negra II e a Cervejaria Galiza, do lado oposto da rua, como que a vigiar os seus eternos rivais.
Para quem não conhece (como eu não conhecia antes desta visita), o Gambamar tem uma decoração e configuração típica das Cervejarias Marisqueiras que terão tido o seu período áureo algures entre os anos 80 e 90. Nesse aspecto aproxima-se até do rival Galiza. Staff vestido a rigor e com um serviço onde há alguma atenção ao detalhe e ao cliente. Um balcão grande, mais apropriado para o apreciador solitário poder afogar os últimos desaires do dragão ou as promessas de mais austeridade no molho de uma francesinha, que vai desaguar por fim na sala de refeições que estava vazia quando chegámos pelas 13:00 h.
Numa coisa o Gambamar ganhou logo o meu respeito. Na lista não há que enganar. Francesinha é francesinha! Não há cá especiais, com ovo, sem bife, com frango, vegetarianas, calzone, de escabeche ou gourmet. Francesinha há só uma, poderia ser o lema. Como nos disse o simpático chefe de sala, “francesinha é esta, depois o cliente pode estragá-la com o que quiser”. Parece-me muito bem!
E de facto, não vale a pena estragá-la, porque para mim numa apreciação geral a francesinha do Gambamar é bem boa. Detalhando, destaco o recheio que é sem dúvida o grande forte desta francesinha. Carnes bem selecionadas, fortes como pede este prato, e um bife tenro e macio que nos pareceu ser de vitela, o que confere um balanço delicado e interessante com os enchidos intensos. O pão, que pode ter o condão de me estragar a experiência mal cravo o garfo na francesinha pela primeira vez, estava para mim impecável. Bem torrado e consistente, a proteger o precioso recheio e a proporcionar uma textura estaladiça que na minha perspectiva beneficia o prato. O molho foi o componente que menos me impressionou. Predominava o sabor a marisco, ou não estivessemos numa marisqueira, mas não era muito intenso como o resto do prato pedia. Aplaudo o picante, que sobressaía, mas no global não fica ao nível dos outros componentes do prato. No topo da francesinha, coberto num manto de queijo, vem um camarão, apontamento típico das marisqueiras e a aproximação portuguesa do “surf ‘n’ turf” que nada acrescenta ao prato. É como que um “post-it” a lembrar-nos que estamos numa marisqueira. As batatas pareciam ser de confecção caseira, grossas o suficiente para saberem a batata e temperadas com sal grosso. Bem agradáveis para um simples acompanhamento, dispensavam até serem ensopadas no molho.
A sala, que estava vazia quando entrámos, encheu-se à medida que íamos degustando a nossa iguaria, e quando terminámos até o balcão parecia já uma linha de montagem com operários diligentes a desmontar francesinhas com destreza nos talheres. Aí notou-se que havia staff a menos para clientes a mais, o que tornou bastante difícil conseguir tomar um café e pagar para fechar mais uma avaliação, o que para mim prejudicou um pouco a nota ao serviço que à parte disso foi até atencioso. Talvez um boom inesperado de afluência ou a falta momentânea de um colega tenha traído naquele dia a qualidade do serviço.
Concluindo, na minha opinião o Gambamar serve uma francesinha bastante boa e agradável. Um molho um pouco mais apurado e equilibrado e estaríamos aqui perante um caso sério de francesinha. Tem um bom serviço, e para completar o pacote da experiência tem também estacionamento próprio mesmo ao lado do estabelecimento, o que é uma grande mais valia para um local onde não chegam 15 minutos para andar a percorrer as ruas circundantes em busca de um lugar disponível. Pena só ter descoberto isso depois de deixar o carro mal estacionado e ter perdido 15 preciosos minutos de convívio com a irmandade.

Rankings
Pontuação: 
84.44% ()
Qualidade/Preço: 
65.97% (17º)

Pressione na imagem para ver o álbum

Morada: 
R. do Campo Alegre 110
Local: 
Porto

Ver Mapa

Preço (Francesinha + Bebida): 
12.80 €
Últimas Avaliações

Pressione na imagem para ver o álbum

2012-08-18
60.50% (34º)
Razoável

Pela terceira vez a Irmandade desloca-se à terra dos Pescadores para se provar enganada nas outras experiências Poveiras. Aos adeptos desta variante, pedimos desde já desculpas, mas à terceira é de vez e enquanto nos lembrarmos destas, na Póvoa só peixe fresco ou costelinhas.

Ler mais

Pressione na imagem para ver o álbum

2012-06-29
74.20% (13º)
Boa

Finalmente viemos ao Onital. Casa reputada pelas suas Francesinhas, era ainda desconhecida para a maioria de nós, mas a expectativa estava lá no topo.

Ler mais

Pressione na imagem para ver o álbum

2012-06-12
74.08% (14º)
Boa

Dia de Europeu de Futebol, a Irmandade lá se junta para provar mais uma Francesinha desconhecida.

Ler mais

Pressione na imagem para ver o álbum

2012-05-25
72.06% (17º)
Boa

A Irmandade desta feita visitou um ponto de paragem obrigatório para o Porto boémio. O Paju alimenta estômagos sem relógio há muitos anos. Ali escondido na Rua Faria Guimarães, mesmo à porta do tunel, como que a dizer - “não comias qualquer coisa quente antes de saíres da cidade?”.

Ler mais

Pressione na imagem para ver o álbum

2012-05-18
71.00% (22º)
Boa

Eis que, pela primeira vez na sua história, a Irmandade da Francesinha se desloca a uma Casa de Pasto.

Ler mais

Pressione na imagem para ver o álbum

2012-05-05
55.75% (35º)
Suficiente

Início de uma agradável noite de Sábado e a Irmandade desloca-se a mais uma viagem para Norte, a descobrir os sabores que a Póvoa de Varzim reserva para nós.

Ler mais

Pressione na imagem para ver o álbum

2012-04-24
90.35% ()
Excepcional

A grande cidade de Matosinhos foi a anfitriã de mais um jantar da irmandade no restaurante Mauritânia Real perto do jardim de Basílio Teles na Rua de Ló Ferreira.

Ler mais

Pressione na imagem para ver o álbum

2012-04-20
41.75% (39º)
Insuficiente

Ali a espreitar para a Praça da República a fazer esquina para a Rua da Boavista está o Café Novo, o local escolhido para uma degustação de almoço. Apesar do nome, por esta casa passaram já muitas primaveras.

Ler mais

Pressione na imagem para ver o álbum

2012-04-06
80.94% ()
Muito Boa

Sexta-feira 6 de Abril, exactamente às 23:59, hora de Jerusalém, as discussões filosóficas no seio da Irmandade são interrompidas por um senhor que trazia um tabuleiro com Francesinhas a fumegar.

Ler mais

Pressione na imagem para ver o álbum

2012-03-23
76.42% ()
Boa

Em mais uma 6ª feira soalheira lá fomos nós, um pouco a correr e aproveitando a hora de almoço, testar como vão as coisas para o lado do Campo Alegre, fomos à Duvália. Com esta visita pensamos que o “cluster” do campo alegre está agora todo visitado e confirma-se como o mais forte candidato ao melhor km2 do Porto para se comer um Francesinha.

Ler mais
Comentários Recentes
Tappas Caffé 21 semanas 6 dias atrás (Total comentários: 12)

Pressione na imagem para ver o álbum

Não recomendo é mais a fama que o proveito! não são de forma alguma as melhores e o atendimento não cativa a voltar.

Comentário completo
A. Cunha 2 24 semanas 5 dias atrás (Total comentários: 10)

Pressione na imagem para ver o álbum

Muito obrigado pelo comentário. Na...
Comentário completo
A. Cunha 2 24 semanas 6 dias atrás (Total comentários: 10)

Pressione na imagem para ver o álbum

Gosto muito deste blog e da maneira como e escrito. Excelente mesmo! E ajuda bastante.
Penso só que não deveria inferiorizar quem e vegetariano, pois devemos respeitar as escolhas dos outros e se há opção para quem tem esse tipo de dieta só devemos achar bem porque significa que a...

Comentário completo
Guarda-Sol 25 semanas 2 dias atrás (Total comentários: 5)

Pressione na imagem para ver o álbum

São as minhas francesinhas preferidas. É uma receita diferente da francesinha tradicional. O restaurante é muito barulhento e é sempre uma confusão mas se forem como eu pela gula até se esquecem disso. Recomendo também as francesinhas normais que é em pão, para comer ao lanche. Que não têm...

Comentário completo
Mais populares
Mauritânia Real 21,547
Bufete Fase 17,949
Regaleira 13,565
Tappas Caffé 11,831
Hamburgo 9,891
Mais Populares Hoje
Mais Comentadas
Comentários Recentes